This is a platform for User Generated Content. G/O Media assumes no liability for content posted by Kinja users to this platform.

2 Incríveis Informações Como Seduzir Um Homem Da Forma Certa

Dois Incríveis Como Ter Um Corpo ideal

A prostituição era uma componente da existência cotidiana dos Gregos antigos. Nas cidades gregas mais respeitáveis, e em particular nos portos, empregava uma quota não negligenciável da população, representando uma atividade económica de relevo. Andressa Suita Compartilha Imagens E Relato Do Parto Normal De Samuel prostituição não era clandestina: as cidades não a puniam e os bordéis trabalhavam à visão da população. Em Atenas era atribuída a Sólon a construção de bordéis estatais com preços regulados.

Advertisement

A prostituição envolvia de forma desigual os sexos: mulheres de todas as idades e adolescentes do sexo masculino prostituíam-se para uma clientela maioritariamente masculina. Simultaneamente, as leis condenavam severamente as relações sexuais com mulheres livres, fora do tema do casamento, dado que delas se esperava a castidade. Em caso de adultério, o marido enganado tinha o correto de matar o ofensor, caso o apanhasse em flagrante crime; aplicava-se o mesmo em caso de violação.

Mas, nada acontecia se o marido recurresse aos serviços de uma hetera ou se trouxesse uma concubina (em grego παλλακή, pallakế) para a moradia. Trinta e cinco Simpatias Para Casar Ligeiro idade média de casamento, para os homens, era trinta anos. Desta maneira, se um jovem ateniense desejasse preservar relações sexuais só poderia fazê-lo com prostitutas. A prostituição feminina destinada a mulheres acha-se insuficiente documentada.

Advertisement

Em O Banquete, de Platão, Aristófanes menciona as ἑταιρίστριαι, hetairístriai, no seu famoso mito do Amor. Para ele, “as mulheres descendentes das mulheres primitivas não têm amplo amo pelos homens: elas preferem as mulheres; são as chamadas hetairístriai”. O sentido desta frase é obscuro. Supõe-se que se trate de prostitutas que atendiam a uma clientela lésbica.

Luciano alega-se a elas no Diálogo das Cortesãs, porém é possível que possa ser apenas uma alusão à passagem da obra de Platão. As prostitutas da Grécia Antiga são capazes de ser enquadradas em diversas categorias. Na porção inferior da escala encontravam-se as πόρναι, transl. Essas mulheres eram em geral escravas, propriedade de um πορνοϐοσκός, transl.

Advertisement

O pornoboskós podia ser um cidadão, pois o lenocínio era considerado como uma atividade econômica semelhante a cada outra. Teofrasto, na obra Caracteres (VI, 5), cita o proxeneta na tabela de profissões correntes, onde se adicionam o dono de uma hospedaria e o coletor de impostos. O proxeneta também podia ser um meteco (estrangeiro ou estrangeira). Pela Época Clássica as prostitutas eram escravas de origem bárbara. No decorrer do Período helenístico, juntaram-se a elas assim como as jovens abandonadas pelos pais, consideradas como escravas até prova em inverso. As prostitutas trabalhavam em bordéis, geralmente situados em zonas da cidade associadas à prostituição, como o Pireu (porto de Atenas) ou o Cerâmico.

A sua clientela era composta por marinheiros e cidadãos pobres. Nessa ordem bem como se enquadravam as mulheres que trabalhavam nos bordéis estatais de Atenas. Segundo Ateneu (Banquete dos eruditos, XIII, 23), compartilhando o dramaturgp Filémon (Adelfas, fragmento 4) e o historiador Nicandro (Historia de Colofón, FGrH 271-272, fragm. O mesmo Sólon teria mandado erguer, com dinheiro proveniente de tributos sobre a prostituição, o templo de Afrodite Pandemos, “Afrodite do povo”. A despeito de pairem dúvidas sobre a exatidão desses relatos, poderá-se depreender que a prostituição fosse, verdadeiramente, fração integrante da democracia ateniense. Um membro de banquete e uma tocadora de flauta Um grau acima das pornai encontravam-se as prostitutas independentes que trabalhavam nas ruas.

Advertisement

Pra e também destacarem os seus encantos diretamente aos freguêses, essas mulheres recorriam a verdeiras técnicas publicitárias, utilizando umas sandálias especiais cuja sola estava preparada pra deixar cadastrado no solo ΑΚΟΛΟΥΘΙ / AKOLOUTHI, “segue-me”. Essas prostitutas utilizavam assim como uma maquilhagem garrida. Essas mulheres eram de origem diversa: mulheres estrangeiras que não encontravam emprego na cidade a que tinham chegado, viúvas pobres, antigas pornai que tinham adquirido a sua autonomia (mas que tinha que pagá-la).

Em Atenas estavam sujeitas a uma taxa e tinham que ser registadas. São capazes de ser incluídas nessa classe as músicas e dançarinas que trabalhavam nos banquetes. Aristóteles, em sua Constituição dos Atenienses, menciona entre as atribuições específicas dos 10 astinomos encontrava-se o não permitir que as tocadoras de flauta, de lira e de cítara sejam alugadas por mais de dois dracmas por noite. Os serviços sexuais faziam parte da prestação dos serviços, tendo os preços tido uma tendência para aumentar, apesar do controlo dos astinomos. Ver de perto artigo principal: Hetera As hetairas ou heteras (do grego ἑταίραι, transl. Ao contrário das algumas, não se limitavam a dar serviços sexuais e não trabalhavam “por peça”.

Share This Story

Get our newsletter